Receitas, novidades, promoções e muitas dicas! Faça parte da Newsletter Bimby®. Subscreve já.
Carrinho
pt rubrica nutricao por mafalda rodrigues da almeida

Cozinhar a vapor

A técnica de cozinhar a vapor é uma das formas que mais preserva o sabor, textura e nutrientes dos alimentos. Ao cozinhar na Bimby® e usando vários níveis – copo, cesto, Varoma e tabuleiro da Varoma – aproveitamos o vapor gerado para cozinhar vários alimentos. Descubra neste artigo os conselhos da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida. 

Cozinhar a vapor é bom e faz bem!

A técnica de cozinhar a vapor é uma das formas que mais preserva o sabor, textura e nutrientes dos alimentos, por não haver contacto deste com nada mais do que água.

Esta é a técnica de cozinha da Varoma da Bimby® que, além de nos ajudar a rentabilizar o tempo, por podermos cozinhar alimentos no copo e na Varoma ao mesmo tempo, nos permite ter uma alimentação mais saudável pois não necessita de qualquer tipo de gordura.

Legumes com mais nutrientes, cores vibrantes e textura crocante

Pela ação do calor do vapor de água, os alimentos cozinham na sua própria estrutura e os sabores ficam muito realçados. É o caso dos legumes que ficam com uma cor mais vibrante, perdem menos concentração de nutrientes e mantêm uma textura mais al dente, o que se torna muito mais interessante para o equilíbrio de cores, sabores e texturas no prato.

Ótima técnica para cozinhar carne e peixe com menos gordura

Para quem procura uma alimentação mais equilibrada sem perder sabor, a técnica do vapor é uma ótima alternativa para confecionar carne e peixe. Isto porque, ao tirarmos partido da gordura naturalmente presente nos mesmos, e usando ervas aromáticas ou especiarias, conseguimos manter um sabor agradável sem precisarmos de adicionar mais valor calórico através da gordura, como é o caso dos assados no forno ou estufados. Além disso, por ser cozinhada a 100 graus, a gordura não oxida e mantém um perfil muito mais equilibrado, tornando-se assim, menos nociva para a nossa saúde. 

Para dar mais sabor use molhos caseiros, marinadas, ervas aromáticas e especiarias.

Uma vez que o vapor tira partido dos sabores naturalmente presentes nos alimentos, a qualidade dos ingredientes tem muito impacto, sobretudo se eles não tiverem gordura, como é o caso dos legumes ou da batata, por exemplo. Para que estes alimentos fiquem gulosos na composição final do prato, podemos usar marinadas, cozinhar juntamente com ervas ou especiarias, ou fazer molhos caseiros no copo com ingredientes frescos, bastante mais saudáveis do que os molhos de compra tão ricos em açúcar ou aditivos como intensificadores de sabor.