Receitas, novidades, promoções e muitas dicas! Faça parte da Newsletter Bimby®. Subscreva já
Carrinho
pt rubrica nutricao por mafalda rodrigues da almeida

O melhor tipo de arroz para cada receita

Sabia que o arroz preto ficou conhecido como o arroz de Vénus por ser afrodisíaco e antioxidante? E que o arroz vermelho é considerado o arroz anti-colesterol? Explore este artigo da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida para conhecer as características de cada tipo de arroz e em que género de receitas devem ser utilizados.

salada de arroz e atum

Arroz Agulha

O mais comumente usado por todo o mundo. Por não ter casca, tem um tempo de cozedura mais rápido mas também um valor nutricional mais baixo, uma vez que acaba por ter menos fibra e saciar durante menos tempo. É uma ótima opção para receitas de acompanhamento como arroz de cenoura ou de grelos.

arroz doce

Arroz carolino

Um arroz mais rico em amido, fácil de digerir e que, por não ter casca, tem também um valor nutricional semelhante ao agulha. É ideal para pratos caldosos como o clássico arroz doce ou para fazer um arroz de marisco.

Risoto de cogumelos pleurotus com champanhe

Arroz arbóreo

O arroz mais usado nos pratos de risotto pois absorve os molhos tornando-se extremamente cremoso. Tem um valor nutricional muito parecido ao carolino devido ao seu teor de amido.

Camarão com molho de abacaxi e arroz basmati

Arroz basmati

É uma variedade de arroz indiano, muito aromático, de valor nutricional semelhante ao agulha e que fica ideal em pratos de arroz solto como pilaf ou para acompanhar pratos que tenham molhos fortes como o caril.

Arroz de tomate e legumes

Arroz vaporizado

É um tipo de arroz que foi pré-cozinhado e só depois é que lhe é retirada a casca. Acaba por ter um valor nutricionalmente semelhante ao branco mas, por esta técnica de cozedura prévia, torna-se uma boa opção para pratos de arroz molhadinhos ou arroz de forno como o de pato, uma vez que não fica “empapado”.

Salada fresca de arroz integral

Arroz integral

É o tipo de arroz mais saciante mas também o que demora mais tempo a cozinhar, devido à presença da casca. Tem uma concentração de fibras e minerais como selénio, zinco ou magnésio superior a todas as outras variedades de arroz. Devido a esta quantidade de fibra, nem sempre é bem digerido, sobretudo por pessoas com uma maior tendência para ficarem com a barriga inchada. Por essa razão, sugere-se que esta variedade de arroz, nos pratos vegetarianos, seja associada a ingredientes menos ricos em fibra e mais fáceis de digerir como o tofu e os legumes, em vez de ser combinado com leguminosas como o grão.

arroz negro

Arroz preto

É uma variedade de arroz integral com um valor calórico ligeiramente superior, mais proteína e mais fibras. Originário da Ásia, ficou conhecido como o arroz da vénus, um alimento afrodisíaco, devido ao seu teor de antioxidantes. É um tipo de arroz que leva mais tempo a cozer que o agulha mas um pouco menos que o integral e fica delicioso em pratos vegetarianos.

Arroz vermelho

Considerado o arroz anti-colesterol, é uma variedade de arroz integral rica em zinco, ferro e fibras com compostos antioxidantes que ajudam a reduzir os valores de colesterol, sobretudo de triglicéridos. Por ser muito aromático, fica delicioso em pratos como saladas frias ou bowls.